Rodrigo Maia é recebido pelo secretário geral da ONU em Nova York

O presidente da Câmara destacou a importância do diálogo com a ONU no cenário atual; "Exerce um papel fundamental para a paz no mundo"

Durante ida para os Estados Unidos, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, participou do Conselho das Américas [tradução livre], em Nova York, que reuniu investidores e empresários no último dia 15. Durante a noite do mesmo dia, Maia recebeu o Prêmio Woodrow Wilson for Public Service em nome dos parlamentares brasileiros.

Foto: Divulgação/InstagramRodrigo Maia discursando em Nova York (EUA)
Rodrigo Maia discursando em Nova York (EUA)

Em uma publicação no Instagram, Maia falou sobre o papel dos parlamentares na situação política atual. 

"Nosso papel é ser a voz da razão, o ponto de equilíbrio tão necessário para encontrar as saídas. Uma nação só é forte quando as suas instituições são fortes. Temos trabalhado muito para manter as nossas liberdades, mas também para garantir a liberdade para milhões de brasileiros que ainda vivem na prisioneiros da pobreza", afirmou o presidente da Câmara.

Durante a visita, Rodrigo Maia ainda foi recebido pelo secretário geral da ONU, António Guterres, para debaterem sobre a situação quanto ao meio ambiente e reformas que o Brasil passa. Também foi discutido sobre o momento por toda América do Sul.





Em maio o presidente Jair Bolsonaro não teve uma passagem tão tranquila quanto Maia. Em maio, quando foi aos Estados Unidos para receber homenagem da Câmara de Comécio Brasil-EUA, acabou trocando farpas com o Nova York. Após chamar o prefeito da cidade, Bill de Blasio, de "radical", teve resposta à altura.

Foto: ARQUIVOS TRIBUNAPresidente Jair Bolsonaro em fogo cruzado
Presidente Jair Bolsonaro em fogo cruzado

"Jair Bolsonaro, se você quer invadir nossa cidade e se gabar de destruir o meio ambiente ou sobre como você é um 'homofóbico com orgulho', então os novaiorquinos te criticarão por essa porcaria. Se é 'radical' se levantar contra sua ideologia destrutiva, então somos radicais ORGULHOSOS”, disse o prefeito em seu Twitter.

Bolsonaro acabou mudando a viagem para Dallas, Texas, quando o prefeito novaiorquino disse que ele não seria bem recebido na cidade. 

Fonte: JTNews

Comentários