MedSUS: aplicativo que informa quais remédios estão disponíveis no SUS

Lançado originalmente em 2014 em parceria com o Superior Tribunal Federal (STF), o MedSUS agora está disponível para a população em geral

O Ministério da Saúde anunciou uma atualização significativa no aplicativo MedSUS, uma ferramenta inovadora que fornece informações detalhadas sobre todos os medicamentos disponíveis na assistência farmacêutica do Sistema Único de Saúde (SUS). Lançado originalmente em 2014 em parceria com o Superior Tribunal Federal (STF), o MedSUS agora está disponível para a população em geral via plataformas digitais para IOS e Android.

Foto: i9magistralMédico segurando tablet
Médico segurando tablet

O objetivo inicial do aplicativo era auxiliar na redução da judicialização de medicamentos, um problema complexo enfrentado pelo sistema de saúde brasileiro. Anteriormente voltado apenas a estudantes, pesquisadores e profissionais da saúde e do judiciário, o MedSUS passa por uma expansão para integrar diversos públicos, promovendo um ambiente colaborativo e transparente.

Uma das características notáveis do aplicativo é a oferta de informações detalhadas sobre os medicamentos disponíveis, alinhados aos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) e à Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID). Isso permite que tanto os cidadãos quanto os profissionais de saúde tenham acesso a informações atualizadas sobre quais medicamentos são recomendados para determinadas condições médicas, contribuindo para uma tomada de decisão mais embasada.

O MedSUS também fornece dados sobre os locais de dispensação dos medicamentos, incluindo Farmácias das Unidades Básicas de Saúde (Atenção Primária), Farmácias de "Alto Custo" (Componente Especializado da Assistência Farmacêutica) e farmácias credenciadas ao Programa Farmácia Popular. Essa abrangência assegura que os beneficiários do SUS tenham acesso a informações precisas sobre onde retirar os medicamentos prescritos.

A parceria com o STF destaca o compromisso em abordar as questões complexas relacionadas à judicialização de medicamentos. A integração entre a pasta da saúde e o Tribunal ressalta a importância de uma abordagem conjunta entre os setores de saúde e judiciário para superar desafios e encontrar soluções inovadoras.

O coordenador-geral do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica e diretor-substituto do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos, Roberto Eduardo Schneiders, enfatizou que o MedSUS representa um avanço significativo na promoção da transparência, eficiência e acessibilidade na assistência farmacêutica do SUS. Ele expressou a expectativa de que o aplicativo seja um ambiente centralizado para informações sobre medicamentos disponíveis no SUS, com a adição de novas funcionalidades planejadas a partir do diálogo e apoio do Conass e Conasems.

Fonte: JTNEWS com informações da Agencia Gov

Comentários

Morar bem Piauí