Giulieny Matos

Gosta do cotidiano. É especialista em segurança pública e educadora autônoma. Formada pela Unb, trabalha atualmente em prol da prevenção precoce da violência. Colaboradora da Magazine Internacional IPA Brazil. Possui 12 livros publicados.
Gosta do cotidiano. É especialista em segurança pública e educadora autônoma. Formada pela Unb, trabalha atualmente em prol da prevenção precoce da violência. Colaboradora da Magazine Internacional IPA Brazil. Possui 12 livros publicados.

Que estranha confusão de sentimentos e desejos causa essa pandemia!

Não duvide, o vírus aguarda, à espreita!

Cuidados de prevenção nas atividades diárias fazem toda a diferença no combate à COVID-19.

A policial Magda Rabelo escoltou presos contaminados por COVID-19 por vários meses. Ela se cuida pra valer. Apoiada pelo namorado Flávio, técnico de enfermagem, recebe atualizações constantes. Ele também ainda passa ileso.

Foto: Giulieny MatosCuidados na prevenção podem fazer a diferença até a vacina chegar!
Cuidados na prevenção podem fazer a diferença até a vacina chegar!

Magda usa máscara apropriada, capa de plástico de proteção, touca e luvas quando é necessário. Lava as mãos constantemente, faz ascepcia no nariz com água e sal. Recentemente fez o teste. Torceu para dar positivo e ter sido assintomática, mas o exame deu negativo para COVID-19. 

Que estranha confusão de sentimentos e desejos causa essa pandemia.

O mesmo aconteceu com Marco Souza. Servidor do Governo do Distrito Federal, assim como todos os colegas da carreira, foi convocado para operações das mais variadas. Desde distribuir máscaras na rodoviária, à intervenção no Taguacenter no dia das mães. O grupo está no corpo a corpo a convencer os mais rebeldes sobre a necessidade de utilizar proteção, vistoriar a distribuição de EPIs para funcionários em comércios abertos e verificar os comércios abertos.

Ele também tem tomado os cuidados necessários. Apesar de estar indo, todos os dias, para o olho do furacão, onde se misturam contaminados expostos e assintomáticos, segue o protocolo. Pelo jeito, seus cuidados também têm funcionado.

Ao chegar em casa, no primeiro ato, limpa os sapatos num pano com água sanitária. Com o apoio de uma prateleria e um banco para se sentar, retira cautelosamente os objetos pessoais. Passa álcool nas chaves, na carteira, no crachá e no celular.

Despe-se vagarosamente e coloca a roupa suja num grande vasilhame de plástico, separado para esse fim. Toma banho, da cabeça aos pés, inclusive com os óculos. É uma trabalheira danada, mas necessária.

Ele também realizou o exame oferecido pelo trabalho. O chefe de uma seção e o subsecretário, contaminados pela COVID-19. O departamento lamenta a morte de um colega da mesma carreira, na semana passada. 

Foto: Giulieny MatosA situação exige proteção!
A situação exige proteção!

Assim como Magda Rabelo, Marco também desejou já ter tido a doença. Mas não teve, seu teste deu negativo. As medidas de proteção têm funcionado. Todos querem o livramento.

Que estranha perturbação nos sentimentos e nos desejos causa essa pandemia.

Rosângela Kennedy cuida do pai com 75 anos na maior paciência do mundo. Administra o lar, as compras e o idoso sob sua responsabilidade, sem revezamento com os irmãos e sem secretária, por causa do isolamento. Limpa todas as compras e as guarda no armário. É exaustivo, mas necessário.

Rosângela, assim como Magda e Marco, também desejou ter sido assintomática, tamanho o desespero e o assombro causados pelo vírus mortal. Força maior, os três e suas famílias têm passado a salvos.

Não há mais vagas nós hospitais, relatam os jornais. Aqui em Brasília, os doentes estão chegando aos montes, e da porta mesmo são despachados de volta pra casa.

Não duvide, o vírus nos aguarda, ansioso, à espreita!

Não quero pagar pra ver.

Não quero pegar essa doença, apesar de parecer ainda que possa ser apenas uma questão de tempo.

Foto: Reprodução/whatsappVamos por freio no COVID-19!
Vamos por freio à COVID-19!

Já leu?

- Com tantas mortes pelo COVID-19, até a recepção no céu mudou... confira!

- Você já viu alguém registrar ocorrência policial contra o "Sr. Corona"?

-Apesar de tanto sol disponível, o exército de coronavírus torna reféns pessoas com baixa taxa de Vitamina D - O resgate do deus Sol!

Comentários