Prefeitura instala 10 barreiras sanitárias e inicia inspeção em vários pontos de BH

Neste primeiro momento, 10 dos 18 pontos de inspeção estarão funcionando. Outros oito endereços devem receber equipes de fiscalização nos próximos dias

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) confirmou, neste domingo (17), a instalação de 10 barreiras sanitárias a partir desta segunda-feira (18), em diversas regiões da capital mineira.

Foto: Edesio Ferreira/EM/D.A PressPassageiros dos veículos têm temperaturas checadas durante a inspeção
Passageiros dos veículos têm temperaturas checadas durante a inspeção

Os agentes também poderão solicitar o preenchimento de um questionário com dados sobre o histórico de saúde dos indivíduos e possíveis situações em que tenham tido contato com pacientes da COVID-19.

O trânsito é intenso onde foi instalada a barreira na Avenida José Cândido da Silveira, no trecho entre a MG-05 e Rua José Moreira, na Região Nordeste de BH. Paola de Oliveira, de 27 anos, foi uma das primeiras a passar pela barreira. Os agentes começaram os trabalhos pontualmente às 8h.

"Eu sou de Sabará, mas trabalho em BH. Eu acho importante esse tipo de ação. Esta aprovada", afirma. Alessandra Dias, de 41, também precisou responder algumas perguntas. "Eu sou de Santa Luzia. Não vejo como perda de tempo. Está perigoso", disse.

Os agentes fazem perguntas relacionadas ao novo coronavírus como, por exemplo, se a pessoa está com algum sintoma relacionado à doença; se a pessoa teve febre ou se teve contato com algum paciente atestado positivo para COVID-19.

A entrevista dura menos de um minuto. Após as perguntas, os agentes medem a temperatura de todos os ocupantes do carro. Entre 8h e 8h30, os agentes pararam cerca de 20 carros no Bairro São Marcos. Nenhum motorista se recusou a participar da blitz.

"Eu acho interessante o controle das pessoas que chegam de outras cidades. É preciso para prevenir. Eu até estou atrasado para o trabalho, mas não me importo. É por um bom motivo", disse o engenheiro Rafael Salomão, de 37, que mora em Sabará. Ele conta que não teve nenhum sintoma e avaliou a abordagem como "tranquila".



A técnica de enfermagem também é de Sabará e aprovou a barreira sanitária. "Temos que nos proteger. Está morrendo muita gente. Não é brincadeira, não", disse Luciene Caxeato, de 42.

A Avenida Nossa Senhora do Carmo, próximo ao Belvedere, na Região Centro-Sul, foi outro ponto escolhido pela PBH para a instalação de uma barreira sanitária. Motoristas que passaram por lá na manhã desta segunda também aprovaram a medida.

"Muito boa, mas deveria ter sido instalada antes. Se isso tivesse sido feito há dois meses atrás, não estaríamos passando pela situação de hoje... O número de doentes seria bem menor. É uma medida bem simples", disse Renato Scalzo, de 62.

Ele é morador do Bairro Belvedere, mas a placa do seu veículo é de São José da Lapa. "Não me importo de ser parado. Quero contribuir como puder", acrescenta. Ele foi orientado a colocar a máscara, que estava no guardada dentro do carro.

Decreto publicado no Diário Oficial do Município (DOM) na última sexta prevê que agentes públicos poderão parar veículos e exigir, por exemplo, que motoristas e passageiros se submetam à aferição da temperatura corporal, já que a febre é um dos principais sintomas da COVID-19.

Caso seja identificada alguma anormalidade que entre como suspeita de Coronavírus, a pessoa será encaminhada para uma unidade de saúde.

Detalhes sobre o plano para os bloqueios serão dados pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), em entrevista coletiva marcada para às 13h.  Os endereços são: 

Avenida Amazonas, próximo ao Viaduto do Anel Rodoviário

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, próximo à Rua Conde Pereira Carneiro

Avenida Civilização, próximo à Rua dos Menezes

Avenida Dom Pedro I, próximo à Rua Bernardo Ferreira da Cruz

Avenida Cristiano Machado, próximo à Rua das Gabirobas

Avenida José Cândido da Silveira, no trecho entre a MG-05 e Rua José Moreira Barbosa

Rua Jornalista Djalma Andrade, próximo à Avenida Dr Marco Paulo Simon Jardim

Avenida Raja Gabaglia, próximo à Rua Parentis

Avenida Nossa Senhora do Carmo, no trecho Belvedere

Rua Haiti, no trecho entre a Avenida Presidente Eurico Dutra e Rua Patagônia

Os outros oito locais devem começar a operar como bloqueios a partir dos próximos dias. De acordo com a PBH, as barreiras deverão ser implementadas a partir das 7h. 

Fonte: Jornal Estado de Minas

Comentários