Policiais Penais realizaram 'Operação Pignus' na CDP de Altos e Casa de Custódia em Teresina

Secretaria da Justiça do Piauí em consonância com a Policia Penal deflagrou a 'Operação Pignus' em duas Unidades Penais estaduais



A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) realizou através da força dos Policiais Penais, no sábado (01), a Operação "Pignus", nome que, em latim, significa Segurança. Policiais Penais  realizaram vistorias, simultaneamente, na Casa de Detenção Provisória de Altos e na Penitenciária Prof. José Ribamar Leite, em Teresina.

Foto: Thanandro Fabrício/SejusOperação Pignus
Policiais Penais algemando os presos para maior segurança na vistoria.



A ação visa aumentar a presença do Estado nos presídios, haja vista que é competência deste a guarda e segurança dentro dos estabelecimentos penais, com tolerância zero para delitos e crimes, impondo a ordem e disciplina nas unidades.

Foto: Thanandro Fabrício/Sejusff
Secretário Carlos Edilson sendo acompanhado pelo bravo Policial Penal, Torquato e pelo delegado Charles.

"O Estado se fará cada vez mais presente no sistema prisional. Estamos buscando evoluir e estabelecer novos procedimentos e rotinas carcerárias em todas nossas unidades penais a fim de tirar ilícitos e objetos que possibilitem a comunicação dos presos com a criminalidade fora da prisão. Nessas primeiras vistorias, tivemos um resultado exitoso e as unidades permanecem sem nenhum material ilícito em suas celas e pavilhões", comentou o secretário de Justiça, Carlos Edilson.

Foto: Thanandro Fabrício/Sejus.



No sábado, policiais penais do Grupo Tático Prisional (GTP), do Comando de Operações Prisionais (COP) e demais servidores dos plantões das unidades participaram da missão. No lançamento da Operação Pignus a Sejus contou, ainda, com o apoio de policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Fonte: JTNews com informações da Ascom/SEJUS

Comentários