Policiais Militares salvam vida de criança recém-nascida no Ceará

Policiais foram surpreendidos por um casal desesperado com uma criança de 18 dias desmaiada nos braços e pedindo ajuda para a bebê que estava com sinais de asfixia

Uma das frases mais ditas nos últimos dias é: fique em casa. A expressão é uma forma de conscientizar a população sobre a importância de permanecer em isolamento para evitar o aumento no número de contaminados pelo novo coronavírus (Covid-19).

Foto: PMCEBebê foi salva pelos Policiais

No entanto, algumas categorias precisam sair de seus lares diariamente, porque exercem atividades essenciais e que não podem parar durante esse período. Duas pessoas estão entre essas,são elas: o 1° sargento da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Antonildo Júnior, e o soldado PMCE, Frederico Barbosa.

Ambos foram fundamentais para salvar a vida de uma recém-nascida, que sofreu um engasgo e foi levada pelos pais até um Posto de Fiscalização Fiscal (PFF) do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da PMCE.

Os dois policiais militares estavam a postos no PPF de Maranguape, na tarde da última sexta-feira (8), quando foram surpreendidos por um casal desesperado com uma criança de 18 dias desmaiada nos braços e pedindo ajuda para a bebê que estava com sinais de asfixia.

Rapidamente, o soldado PM Frederico iniciou os atendimentos de primeiro socorros, com massagens cardíacas, tentando reanimá-la. Simultaneamente, o sargento Júnior acionava com brevidade a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ao passo que acalmava toda a família.

“Enquanto o soldado Frederico realizava o atendimento, eu tentava acalmar a mãe, o pai e também a outra filhinha do casal.

Foi aí que eu percebi que a criança começou a mexer a mãozinha, abrindo e fechando os dedos e voltando às cores normais em seu rosto. Em seguida, o Samu chegou para dar os devidos cuidados”, explicou o sargento Júnior. Conforme relatado pela mãe e confirmado por meio dos primeiros atendimentos do Samu, a criança havia engasgado com a própria saliva ao regurgitar.

No entanto, graças ao atendimento rápido dos policiais militares, a criança não sofreu nenhuma complicação.Depois do susto, a equipe recebeu até fotos da pequena Vitória descansando no berço, além de palavras de gratidão da família.

Daniele Barbosa, mãe da Vitória, disse que ao perceberem que a criança estava sem ar, a primeira reação foi procurar a Polícia Militar.

Por morar nas proximidades do posto do BPRE, eles imediatamente seguiram até lá. “Eu queria agradecer, porque foi um momento muito desesperador, mas a situação foi rapidamente revertida por eles.

Graças a Deus, com a ajuda dos policiais, nada de grave aconteceu à Vitória. Quando os paramédicos chegaram foi somente para atestar que ela estava bem. Foi Deus que colocou esses anjos no nosso caminho”, agradeceu a mulher.

Os policiais receberam ainda um áudio enviado em um aplicativo de mensagens instantâneas com agradecimentos enviados também pela irmã de Vitória, a Lara Gabriela, de sete anos. “Policiais, obrigada por vocês salvarem a minha irmãzinha. Eu agradeço muito e desejo saúde para as filhinhas e filhinhos de vocês.

Que Jesus abençoe. Vou orar por vocês”, disse a irmã.

O sargento Júnior aproveitou para fazer uma alusão com o nome da bebê e o fato da história ter tido um final feliz. “Eu agradeço muito a Deus por tudo, porque quem operou o milagre foi Ele. Nada é impossível para Deus. E o nome da criança já diz tudo: Vitória”, finalizou o sargento.

Fonte: PMCE

Comentários