Polícia Civil do Piauí prende indiciado por estuprar adolescente com paralisia cerebral

O crime foi cometido pelo acusado, que usava da função de cuidador da vítima, dentro das dependências de uma escola na zona Norte de Teresina

A Policia Civil do Piauí deu cumprimento a mandado de prisão em desfavor de homem indiciado pelo crime de estupro contra adolescente.

Foto: Fernando Brito/G1Delegacia Geral da Polícia Civil do Piauí, em Teresina
Delegacia Geral da Polícia Civil do Piauí, em Teresina

O crime foi cometido pelo acusado que usava da função de cuidador da vítima, dentro das dependências de uma escola na zona Norte de Teresina. A prisão foi realizada na manhã desta quinta-feira, 26, na capital. 

De acordo com o Delegado Geral, Luccy Keiko Leal Paraíba, segundo as provas colhidas no inquérito, o homem teria se aproveitado de ser estagiário da área de enfermagem para estuprar uma adolescente com paralisia cerebral.

Ainda  de acordo com o Chefe de Polícia, há depoimentos de que o nacional retirava a adolescente da sala de aula sob o pretexto de realizar alguns cuidados, momento em que levava para outro local no colégio e, nessa ação, praticava o estupro.

Segundo o Delegado Geral, além dos depoimentos há laudos periciais nos autos que comprovam a materialidade do crime. "Ele está preso, será conduzido à audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça", finaliza o delegado.

Fonte: Polícia Civil do Piauí

Comentários