Polícia Civil conclui mais de 70 inquéritos por meio do DECCOR em 2023

A unidade policial tem o objetivo de constatar e reprimir delitos cometidos por gestores, servidores e agentes públicos contra a administração pública no geral.

A Polícia Civil do Piauí, por meio do Departamento de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR), conquistou mais números positivos acerca das suas ações policiais neste ano.

Foto: Divulgação/Polícia CivilDepre deflagra Operação Mandarim e cumpre mandados em Teresina e Timon
Na imagem, agente da Polícia Civil do Piauí.

O departamento concluiu 75 inquéritos, entre novos e antigos, indiciou 79 pessoas e cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em 2023. Além disso, efetuou quatro prisões e recuperou um pouco mais de R$ 28 milhões de reais através de ordens judiciais/ sequestro patrimonial. Dentre tais ordens, efetuou a identificação e a apreensão de doze veículos e uma moto aquática (jet ski).

Segundo o coordenador do DECCOR, delegado Ferdinando Martins, o departamento vem priorizando também, a conclusão de inquéritos antigos para poder focar ainda mais na resolução de casos novos. 

A unidade policial tem o objetivo de constatar e reprimir delitos cometidos por gestores, servidores e agentes públicos contra a administração pública no geral por meio da apuração de crimes como fraudes à licitação, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

"A filosofia do nosso departamento é identificar crimes e mensurar prejuízos causados para, a partir disso, também recuperar ativos e valores que foram desviados ou que causaram prejuízos à administração pública como, por exemplo, por meio de medidas assecuratórias. Tais ações visam sufocar o patrimônio das organizações criminosas envolvidas com lavagem de dinheiro e corrupção'', explicou o delegado Ferdinando Martins.

Fonte: JTNEWS com informações da Polícia Civil do Piauí

Comentários

Morar bem Piauí