Detentos da unidade da Polícia Penal, Irmão Guido, reformam o próprio estabelecimento penal

A Secretaria da Justiça, por meio da Polícia Penal, tem se utilizado do trabalho dos detentos como ferramenta de mudança e oportunidades de trabalho

A unidade da Polícia Penal Penitenciária Regional Irmão Guido passa atualmente por reforma e manutenção em suas instalações, dando continuidade ao projeto de utilização da mão de obra carcerária como meio de ressocialização, desenvolvido pela Secretaria da Justiça do Estado do Piauí (SEJUS-PI).

A unidade da Polícia Penal, Penitenciária Prof. José de Ribamar Leite, antiga Casa de Custódia de Teresina (PI), sob a direção do Policial Penal, Ednaldo Araújo de Santana, também já havia se utilizado do mesmo método em sua reforma.

Foto: JTNewsCarlos Edilson determina o isolamento dos presos infectados em atendimento aos protocolos legais
Secretário de Justiça do Piauí, Carlos Edilson

O secretário de Estado da Justiça do Piauí, Carlos Edilson Rodrigues, afirma que a iniciativa busca apresentar oportunidades de trabalho aos reeducandos.

"Ressaltamos a importância dos serviços, uma vez que oportuniza o trabalho ao interno, através da remição de pena, bem como restabelece os padrões de higiene, limpeza e segurança àqueles que desempenham as suas funções nas unidades prisionais", afirma o secretário da Justiça, Carlos Edilson.



O trabalho de reforma e pinturas utilizando mão de obra carcerária já ocorre nas unidades da Polícia Penal de Parnaíba, Campo Maior, na Cadeia Pública de Altos e na Penitenciária Feminina de Teresina.

Fonte: JTNEWS

Comentários