Uma amostra fotográfica da arquitetura histórica de Teresina, que completou nesse domingo 168 anos

O JTNEWS traz um olhar especial acerca da arquitetura histórica da cidade verde; a preservação dessa área arquitetônica precisa de um olhar diferente em alguns pontos

Nesse domingo (16/8) Teresina completou 168 anos de sua fundação, esta que foi a primeira capital planejada do Brasil; sua edificação teve início em outubro de 1852, a partir da região em que atualmente fica localizado o bairro Poti Velho, zona Norte da Cidade.

Onde está sediada a Igrejinha [católica] de Nossa Senhora do Amparo, local em que há anos se comemora o aniversário da cidade verde, entretanto, em razão da pandemia da COVID-19, a Prefeitura teve que suspender a solenidade festiva no local.

O JTNEWS traz uma amostra fotográfica importante da arquitetura predominante da cidade, ora neoclássica, eclética ou modernista; registrada exatamente nesse domingo, exceto as fotos da Igreja São Benedito [mas também são recentes], estilos estes, que são marco da sua própria história de existência, por ser uma cidade relativamente nova.

Deixamos a arquitetura contemporânea que também é muito bela nesta terra de Conselheiro Saraiva e Torquato Neto, para ser objeto de futura e oportuna exposição fotográfica. Aos observadores, o JTNEWS esclarece que não são fotos publicitárias, são essencialmente jornalísticas.

Foto: Jacinto Teles/JTNEWS25° Batalhão de Caçadores
Teresina 168 anos - 25° Batalhão de Caçadores [Exército Brasileiro]: uma arquitetura estilo eclético e muito bem preservada

Uma coisa é certa: nesta amostra fotográfica que ora é divulgada, nota-se que Teresina precisa de um projeto permanente de preservação arquitetônica de sua bela e importante estrutura histórica nessa área urbanística.

O nosso registro é apenas um 'estágio em fotografia' e não contempla toda sua arquitetura histórica, mas é notório que existem prédios muito belos, a exemplo da Igreja Nossa Senhora do Amparo, São Benedito, antiga Estação de Trem de Teresina [hoje Companhia Metropolitana], bem como o antigo prédio da Justiça Federal e o Cine Rex, o próprio Palácio da Cidade, os quais constituem um sistema arquitetônico incomensurável, que necessita de um olhar especial da Prefeitura de Teresina, do Governo do Estado e da União, visando a sua preservação e restauração o quanto antes possível.

Foto: Jacinto Teles/JTNewsIgreja São Benedito - marco inicial da Frei Serafim
Igreja São Benedito - marco inicial da Frei Serafim: há anos está a merecer uma ação conjunta para sua restauração. Qual o porquê dos Entes Públicos não investirem num patrimônio histórico arquitetônico cultural da cidade, como este?

Há que existir uma ação dos entes públicos por meio de um convênio, ou termo de cooperação entre as instituições envolvidas, inclusive religiosas, com o objetivo de fazer algo para a preservação desse acervo arquitetônico que está sendo deteriorado ou não muito bem cuidado, pois essa é uma ação de preservação do Patrimônio Histórico e Cultural e, deve merecer a atenção do Município, do Estado e da União, todos têm obrigação de agir, respeitada a devida responsabilidade de cada um.

Isso já foi visto em outros tempos nesta Capital; quem presenciou quando o atual secretário de governo do Estado, Osmar Júnior foi presidente da Fundação Cultural do Piauí na década de noventa, pode relembrar que houve algo importante nesse sentido.

Teresina ganhará muito com uma ação nessa área urbanística, que, registre-se, recentemente com Fábio Novo à frente da Secretaria da Cultura, houve um passo importante na recuperação e/ou restauração do próprio prédio da Cultura, onde já funcionou o primeiro Teatro de Teresina e a Assembleia Legislativa do Piauí. Cuja ação se expandiu pelo Theatro 4 de Setembro, Museu do Piauí (Casa Odilon Nunes) e do Mestre Dezinho.

Foto: Jacinto Teles/JTNEWSTeresina 168 anos
Teresina 168 anos - Palácio da Cultura: exemplo de preservação

É provável que os pré-candidatos de Teresina estejam planejando ações nesse sentido, principalmente quem conhece a situação como Dr. Pessoa que foi vereador por bastante tempo nesta cidade, Fábio Novo (da área da Cultura), Kleber Montezuma [ex-secretário municipal] e todos os demais devem pautarem essa realidade.

Fonte: JTNEWS

Comentários