Senado confirma Tasso como relator do marco do saneamento

“O texto da Câmara chega com força aqui porque houve um entendimento com os governadores. Há grandes chances de termos uma votação rápida no Senado”, diz o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) foi confirmado relator do novo marco regulatório do saneamento na segunda apreciação que o Senado fará sobre o projeto de lei.

Havia uma dúvida do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), se Tasso poderia relatar uma proposta que, inicialmente, foi assinada por ele.

Foto: Marcos Oliveira/Agência SenadoO presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)

A dúvida, porém, foi dissipada. A escolha do senador tucano é uma resposta de Davi à manobra feita pela Câmara de puxar o texto do governo para que os deputados pudessem dar a palavra final sobre o assunto.

Tasso ainda não informou quais mudanças fará no substitutivo aprovado pela Câmara, que tem viés mais privatista do que sua proposta. O presidente do Senado afirmou que a tendência é que sejam feitas apenas alterações supressivas. Nesse caso, a palavra final ficará com os senadores.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), trabalha com a previsão de que o texto seja aprovado pela Casa até o final de fevereiro.

Já Davi Alcolumbre acredita que a proposta terá sua análise concluída em março. “O texto da Câmara chega com força aqui porque houve um entendimento com os governadores. Há grandes chances de termos uma votação rápida no Senado”, diz Fernando Bezerra.

Fonte: Congresso em Foco

Comentários