Major Olímpio chama Carlos Bolsonaro de ‘moleque’, e vereador rebate: ‘canalha’

Os parlamentares trocaram farpas pelas redes sociais

O senador Major Olímpio (PSL-SP) e o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) trocaram insultos pelas redes sociais durante todo o dia neste domingo (13). Durante a discussão, o líder do PSL no Senado citou uma cena do filme brasileiro “Tropa de Elite” e chamou o filho 02 de Jair Bolsonaro de “moleque”.

A declaração foi feita depois de Carlos Bolsonaro chamar o congressista de “bobo da corte” e “ingrato” na manhã deste domingo.

Foto: Divulgação/Twitter @majorolimpioMajor Olímpio e Carlos Bolsonaro brigam viu Twitter
Major Olímpio e Carlos Bolsonaro brigam via Twitter

“Lembra-se da cena do Tropa de Elite quando o Cap. Nascimento pega o Ten pela camisa e diz: você é moleque! Sou bobo da Corte que vive defendendo Bolsonaro no Senado, enquanto você ofende todos que querem ajudá-lo”, escreveu o congressista na rede social.





Logo depois, o vereador rebateu e chamou o líder do PSL no Senado de “canalha” e “cadela no cio”. Ainda disse que Major Olímpio se aproximou do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), “mesmo contra o presidente”. O tucano se afastou de Bolsonaro depois da campanha eleitoral de 2018 e tenta articular uma candidatura ao Planalto em 2022.





Em resposta, o congressista negou aproximação com o governador de São Paulo e disse que todos sabem que ele é a “maior oposição a ele”.





BATE BOCA VIRTUAL

A troca de farpas virtual começou logo pela manhã quando Carlos fez uma postagem em resposta a uma fala do congressistas ao canal GloboNews. Durante a entrevista, Major Olímpio afirmou que filhos do presidente têm “manias de príncipes” e que isso desgata a gestão de Jair Bolsonaro e intensifica a crise com o PSL.

Pelo Twitter, o filho 02 de Bolsonaro chamou o congressista de “ingrato” e “bobo da corte”. Ainda, ironizou o fato de o congressista ter chorando quando foi ao hospital visitar Bolsonaro, que levou um golpe de faca durante a corrida eleitoral em 2018.





Olímpio retrucou, dizendo que chorou “outras vezes” por preocupação com “um amigo”, se referindo ao presidente. Ainda que a população brasileira elegeu Bolsonaro como presidente e não “príncipes para fazerem o que querem.” Em resposta, Carlos voltou a chamar o congressista de bobo da corte.









Essa não foi a primeira vez que Carlos Bolsonaro e Major Olímpio protagonizaram uma discussão nas redes sociais. Na terça-feira (8), Carlos acusou o senador de tratar mal o seu pai. Olímpio retrucou, dizendo que “ninguém do Senado defende mais” Bolsonaro e o governo do que ele.









O bate-boca aconteceu depois de Olímpio repercutir fala do presidente sobre o PSL. Bolsonaro falou para um apoiador “esquecer” o partido e o seu presidente nacional, Luciano Bivar. “O cara [Bivar] está queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também, entendeu? Esquece esse cara, esquece o partido”, cochichou Bolsonaro a Diogo Araújo, 19 anos, do PSL jovem.

O líder do PSL no Senado disse que ficou “perplexo” com o episódio e que conversou com Bivar, com o vice-presidente do partido Julian Lemos e com o  ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, para entender a intenção dele. “Eu não sei a motivação oficial do presidente, só o presidente pode esclarece a manifestação dele”, afirmou.

Nesse sábado (12), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que quer abrir a “caixa preta” do partido e investigar o uso dos recursos do fundo partidário. Na sexta-feira (11), ele assinou um documento junto com outros 19 congressistas no qual pede que a sigla aja com transparência em relação as contas partidárias.

Fonte: Poder360

Comentários