Fernando Said fala sobre os critérios para reabertura do comércio em Teresina

Teresina já registra 3.309 casos confirmados da COVID-19 e 137 mortes pela doença

O secretário municipal de Governo de Teresina, Fernando Said, frisa que o momento na capital não é de flexibilizar o comércio, mas sim de estudar a situação para que isso só seja feito quando se tiver um controle maior da pandemia.

Foto: Roberta AlineCentro de Teresina
Centro de Teresina

Entre as condições estabelecidas citadas por Said para dar início à reabertura do comércio, estão o número de óbitos na capital, a incidência do nível da curva de infectados em Teresina e o número de leitos disponíveis.

"Então logo, este conjunto de fatores, estejam em equilíbrio a prefeitura retomará as atividades econômicas em nossa cidade", ressaltou o secretário.



O Prefeito Firmino Filho conta que esse é um momento de olharmos para o futuro, e que com o cumprimento dessas medidas as atividades econômicas poderam voltar gradativamente à normalidade. 

"Precisamos fazer isso com segurança, responsabilidade, respeito e coragem de fazer dar certo".

Foto: Divulgação/PMTPrefeito Firmino Filho
Prefeito Firmino Filho

Critérios para a reabertura do comércio em Teresina:

1- Monitorar a taxa de transmissão da doença: Segundo o prefeito, a redução dessa taxa só é possível com distanciamento e isolamento social. 

2 -Reduzir número de internações: Se a queda se mantiver por duas semanas  seguidas, o sistema de saúde passa atender sem risco de entrar em colapso. 

3- Diminuir o número de  mortes: A redução diária de casos de morte é sinal positivo de recuperação de pacientes internados.

4-  Avaliar capacidades dos leitos de observação e de enfermaria: É necessário que pelo menos 30% desses leitos estejam disponíveis.

5 - Avaliar capacidade dos leitos de UTIs: É preciso que haja disponibilidade de pelo menos 30% de leitos de UTI antes da reabertura.

6-  Fortalecer a capacidade de diagnóstico: O prefeito Firmino ressalta que testar as população é a melhor forma de conter a disseminação do Coronavírus. O prefeito acredita que é preciso realizar, no mímino, mil testes por dia para poder realizar a reabertura econômica de forma segura. 

7- Ampliar capacidade de rastreamento de contatos: É preciso ter  uma força tarefa de 520 agentes treinados para o  rastreamento de contato. Para Firmino, esse rastreamento é um controle seguro para estancar o contágio do Coronavírus.

Fonte: JTNEWS

Comentários