Ronicelani Martins

Psicóloga, palestrante, especialista em gestão da saúde, professora e coordenadora pedagógica do site Proluno. Minha missão é auxiliar você a ter autoconhecimento e mais saúde mental!
Psicóloga, palestrante, especialista em gestão da saúde, professora e coordenadora pedagógica do site Proluno. Minha missão é auxiliar você a ter autoconhecimento e mais saúde mental!

Por que os sentimentos ficam mais intensos no fim do ano?

O que está por trás desse turbilhão de sentimentos e emoções no fim de ano?

Foto: Google imagensTristeza no fim do ano
Tristeza no fim do ano

Este é um período que não passa despercebido, é um momento mais intenso, que acaba sensibilizando a todos, de forma positiva ou não. 

Essa época do ano pode ser um desencadeador de sintomas depressivos e  de ansiedade. Isso ocorre tanto em pessoas que já possuem um diagnóstico, mas também em pessoas com predisposição ou não. E porque isso acontece? Um dos motivos é que nessas datas há a disseminação ainda maior de que todos estão em festa, com muita comida, bebidas, muitos presentes, decorações luxuosas, roupas novas, muitas fotos sorridentes, parece que todos são felizes, menos você. 

Mas será que isso é realmente verdade? Se pensarmos racionalmente sabemos que essa felicidade plena não é a realidade da maioria das pessoas. Mas o que acontece é que nossas emoções ficam tão afloradas, que tomamos isso como verdade e tendemos a acreditar nisso, mesmo que momentaneamente. Outro motivo é o fato de querermos, e muito essa felicidade plena. E a consequência disso são os sentimentos de tristeza, melancolia, sensação de vazio, desânimo.

E existe solução para isso? com certeza! É possível fazer com que esses sentimentos “negativos” não sejam tão ruins como parecem. O primeiro passo é identificar seus sentimentos, ser sincero com você mesmo(a) e buscar entender o porquê desses sentimentos. A partir daí se questionar se os seus sentimentos e estresse característico dessa época surgiram de uma origem interna ou externa.

Como assim? As internas estão relacionadas com a personalidade, a forma como lidamos com as dificuldades corriqueiramente e como nos sentimos com frequência, ou seja, já é o modo como você tem encarado a vida e a mudança envolve uma busca maior pelo autoconhecimento.

Foto: Google imagensSentimentos no fim do ano
Sentimentos no fim do ano

Já as externas podem vir de situações que não dependem de você e de seus sentimentos necessariamente; como perdas, doenças, problemas profissionais,  financeiros.

Então, o que você precisa deixar bem claro para si mesmo é que pouca coisa muda com a passagem do Natal e a virada do ano, criamos muitas expectativas neste período, achando que tudo precisa ser resolvido imediatamente.

Mas, a verdade é que são as ações diárias ao longo do ano que trarão resultados, principalmente no que diz respeito aos seus sentimentos, emoções e sua saúde mental.

Concorda comigo? 

Comentários