Jamil Leite

Especialista em fisiologia e prescrição do exercício clínico, Bacharel e Licenciado em Educação Física, Personal trainer e Professor de ginástica laboral
Especialista em fisiologia e prescrição do exercício clínico, Bacharel e Licenciado em Educação Física, Personal trainer e Professor de ginástica laboral

Musculação na adolescência: Mitos e Benefícios.

A atividade física na adolescência sempre foi cercada por mitos.Dentre esses mitos, destaca-se a prática da musculação.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organização Pan- Americana de Saúde(OPS) , a adolescência é um processo biológico no qual se aceleram a cognição e a estrutura da personalidade do indivíduo, tendo como faixa etária dos 10 aos 19 anos, compreendendo inicialmente a pré adolescência.

Foto: Imagens retiradas da internet

Adolescente praticando musculação
Adolescentes praticando musculação


Adolescentes praticando musculação

Ser adolescente é estar dentro do  período onde mais ocorrem mudanças corporais, hormonais psicológicas e sociais do ser humano. Desta forma, os adolescentes são involuntariamente submetidos aos padrões físicos e sociais que mudam de acordo com o tempo. Dentro desses padrões, pode-se destacar o padrão corporal a que são condicionados os adolescentes através do culto ao corpo, tendo como ferramenta principal a prática da musculação.

Muitas pessoas acreditam  que a musculação não deva ser praticada por adolescentes. Esse mito da não prática da musculação vem da idéia (equivocada) de que os adolescentes devem se proteger de situações e ações que envolvam muito esforço físico por serem pessoas frágeis corporalmente. Além disso, a prática da musculação atrapalharia no desenvolvimento e crescimento corporal nessa fase da vida.

Esse mito cai por terra face aos estudos científicos que comprovam a eficiência e eficácia  da musculação nesta fase da vida. A partir dos 13 anos de idade, a musculação é bastante benéfica para o desenvolvimento muscular (e da força) na adolescência. Além disso, os adolescentes são beneficiados com o estímulo de uma melhor postura do corpo e algumas capacidades físicas como a potência muscular e condicionamento físico.

Deve-se, portanto, estimular a ida do adolescente às salas de musculação, observando que o treino desses indivíduos é um treino conceitual e totalmente diferente de um adulto. Desta forma, o adolescente deve sempre ser treinado através da orientação  de um profissional de educação física.



 

Todo conteúdo, imagem e/ou opinião constantes neste espaço são de responsabilidade exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do JTNEWS.

Comentários